EDUCAÇÃO INFANTIL

As crianças de 2 a 6 anos passam a ser agrupadas por faixa etária e o trabalho é desenvolvido em etapas anuais: Grupos de Infância 1, 2, 3 e 4 (G1, G2, G3 e G4).

Além do período integral, neste segmento, há possibilidade de permanência dos alunos também em meio período (das 13h15 às 17h15). Nesta fase, as crianças têm ampla possibilidade de experimentar, aprender, se expressar e se comunicar nas mais diferentes linguagens (corporal, simbólica, oral, artística, gráfica, etc.), desenvolvidas a partir da metodologia de projetos.

Os projetos são desenvolvidos, em cada grupo, a partir dos questionamentos e interesses dos alunos ou da observação atenta do professor. São estratégias de trabalho acerca de um tema que propiciam aos alunos pesquisar, trocar informações, levantar e confrontar hipóteses, fazer registros, escutar um ao outro, compartilhar e elaborar conhecimento.

AGENDE UMA VISITA. VENHA PARA O CEB!

Atividades

As atividades lúdicas promovem na criança a construção da imagem de si e do mundo que a cerca. Favorecem o cultivo da sensibilidade e da criatividade e contribuem para o desenvolvimento intelectual, físico e emocional.

Por meio do brincar, o aluno exercita suas potencialidades, desenvolve o pensamento e a sociabilidade. As brincadeiras propiciam oportunidades saudáveis para que a criança aprenda novos conceitos, adquira informações e avalie suas habilidades, possibilidades e progressos por meio das relações cotidianas.

Brincar foi e sempre será uma atividade prazerosa, espontânea e inerente ao ser humano. O brincar tem espaço garantido no cotidiano dos alunos e é um dos pilares do Direito à Infância. O lúdico está incorporado como um dos eixos de trabalho da Educação Infantil.

Vivências

A escola realiza com os alunos várias vivências, que têm por objetivo a ampliação do universo cultural, do conhecimento e das relações de parceria e de trabalho entre os alunos, entre alunos e escola, entre escola e comunidade.

Os alunos da Educação Infantil participam das seguintes vivências:

  • Mostra de Trabalhos
  • Aula aberta de Música – G1
  • Apresentação de Música – G2
  • Apresentação de Música e Dança – G3 e G4
  • Saídas pedagógicas
  • Exposição de Artes
  • Eventos esportivos
  • Viagens
  • Ritual de Passagem – G4

Viagens

Desenvolver a independência, a sociabilização, aprender a assumir responsabilidades pelas suas ações e pela solução de conflitos e problemas, despertar para o cuidado com o meio ambiente são alguns dos objetivos das saídas e viagens, bem como, aprender com o erro, estreitar relações, superar-se e celebrar conquistas.

A proposta de cada viagem é apresentada anualmente aos pais e alunos em reuniões específicas, previamente agendadas. Para o G1 a G4 a viagem dura 4 dias e é intencionalmente planejada, de acordo com a faixa etária.

Projeto Cochilo

O sono após o almoço para os alunos de 0 a 6 anos faz parte da rotina do CEB, para alunos do período integral.

Como escola de período integral, o CEB previa descanso apenas para alunos de 0 a 4 anos. No ano de 1999, no Projeto Cochilo, em parceria com a equipe de estudos do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, analisamos o ciclo vigília/sono dos nossos alunos de 4 a 6 anos, nas situações com descanso e privados de descanso.

O resultado mostrou que a maioria dos alunos com descanso depois do almoço não teve alteração de sono noturno, teve significativa diminuição na sonolência no período da tarde e no trajeto de volta para casa.

Além disso, a maioria também passou a apresentar maior tranquilidade em sala de aula, maior disposição para o trabalho pedagógico e ganhos em atenção, concentração e ritmo. Assim, desde o ano 2000, todos têm direito à sesta.

O Projeto Cochilo virou referência, também, para a equipe de pesquisadores da USP e transformou-se em parte do livro “Relógios Biológicos e Aprendizagem”, de Fernando Louzada e Luiz Menna-Barreto, da Editora Edesplan.

AGENDE UMA VISITA. VENHA PARA O CEB!