O trabalho com projetos no Ensino Fundamental 2

Hoje, mais do que especialistas em um determinado assunto, precisamos de pessoas que consigam fazer a diferença no mundo em que vivemos, utilizando seus saberes e ideias em favor de projetos interessantes; em favor do outro; em prol de um planeta melhor. Para isso, conhecimento só não basta. São necessárias diferentes e diversas ferramentas. Trabalhar com projetos implica em estabelecer objetivos, negociar, planejar, pesquisar, registrar, comprometer-se com a qualidade e apresentação, empenhar-se.

Lugar melhor que a escola não há para tal.

Desde o mês de abril, os alunos do Ensino Fundamental 2 tiveram a oportunidade de sugerir temas para as pesquisas da Feira Cultural, que será realizada no final de agosto. Usando a criatividade, cada um pode inserir temas de interesse em uma lista inicial. Em seguida, os professores se reuniram para agrupar assuntos afins e se dividirem em grupos de orientadores.

Selecionados os temas, os alunos puderam se inscrever no projeto que mais chamava a atenção. A diversidade é componente importante deste trabalho, que agrupa, ao mesmo tempo, alunos de 6º a 9º ano. Cada um pode compartilhar suas habilidades, contribuindo de maneira significativa com seu grupo, além de poder aprender com parceiros mais experientes, que possuem competências diferentes das suas.

Durante o primeiro semestre, vivenciamosdiversos momentos, desde a pesquisa propriamente dita, guiada pelos professores, passando por visitas a museus e locais históricos, até a recepção de parceiros experientes e especiais, que puderam contribuir amplamente para a formação de nossos alunos.

Encontros periódicos e planejados foram realizados, trazendo para a sala de aula e para a escola um novo significado de “trabalho”, que vai além da convencional relação com o aprender. Novos tempos, novos alunos, novas formas de encarar a aprendizagem. Investimento de tempo na qualidade, na habilidade, na relação. Aguçar o olhar e escuta atentos, trabalhar com a seleção de fontes confiáveis, estimular a produção acadêmica, pensar em novas formas de mostrar o conhecimento foram alguns de nossos objetivos.

O mês de agosto será reservado para a continuidade. Durante os novos encontros, os alunos se dedicarão à elaboração da exposição e construção de tudo o que foi planejado. Mãos entram em ação para criar, recortar, pintar e montar, participando ativamente da preparação da exposição do dia 29. De “Aliens” a “Esportes”, os visitantes da Feira Cultural poderão desfrutar e aprender com os resultados dos trabalhos de nossos meninos e meninas, que aguardarão ansiosos e orgulhosos de sua produção.

A seguir, uma pequena amostra deste processo de aprendizado. Muita coisa está por vir…

Aguardem notícias!

Ana Carolina Moura
Orientadora – Ensino Fundamental 2