HISTÓRIA

Do comecinho de vida ao CEB de hoje.

A década de 70 foi marcada por uma série de transformações socioculturais, que influíram fundamentalmente nas relações familiares e na educação. Uma das mais significativas foi o ingresso efetivo da mulher no mercado de trabalho nos grandes centros urbanos. Ao lado dos benefícios que esta conquista trouxe ao universo feminino, criaram-se situações de desafio e impasse para as mães de modo geral, especialmente para aquelas com filhos em idade pré-escolar.

O sistema educacional público e privado não privilegiava a criação de estabelecimentos voltados para a faixa etária em questão, pois a permanência maciça da mulher no lar, até então, garantira o atendimento e a educação das crianças com menos de seis anos. Para a mulher que trabalhava em período integral não havia a opção de contar com uma instituição qualificada e segura para cuidar de seus filhos pequenos.

A vivência dessa realidade fez com que a professora Maria de Nazaré Brandão fundasse, em 28 de outubro de 1972, o “Comecinho de Vida – Recreação Infantil”, que mais tarde se tornaria o CEB.

A proposta, na época, não era de implantar uma pré-escola, mas a de criar um espaço social recreativo, seguro e afetivo, onde as crianças se sentissem acolhidas e estimuladas para a socialização, o lazer e o exercício da independência, sob a supervisão de profissionais competentes e atentos às necessidades de cada criança.

Comecinho de Vida

A elasticidade de horário, de modo a cobrir as necessidades de pais cujas jornadas de trabalho, muitas vezes, se estendiam para além dos horários convencionais, também era uma preocupação desde a fundação da escola.

O sucesso da proposta em período integral logo transformou o Comecinho de Vida em Escola de Educação Infantil e, em 1977, as duas pequenas unidades foram transferidas para o prédio onde a escola funciona até hoje.

CEB – Centro Educacional Brandão

Em 1978, a escola ampliou suas atividades, dando continuidade ao trabalho desenvolvido com as crianças até os seis anos, implantando o Ensino Fundamental. Para este segmento, passou a se chamar CEB – Centro Educacional Brandão.

Hoje, o CEB desenvolve suas atividades nos segmentos de Educação Infantil (de 0 a 5 anos) e Ensino Fundamental (1º a 9º ano) e conta com mais de 220 funcionários que estão em constante formação, para que possam alinhar as ações e continuar construindo juntos uma história de tradição de mais de quatro décadas.

Hoje, Marta e Marcio, diretores e filhos de Nazaré, dão continuidade ao sonho dela.

Nesses mais de 45 anos de existência, o CEB mudou muito, sem nunca perder a essência de sua identidade: um espaço educativo que valoriza o conhecimento e as relações humanas, éticas e solidárias.
A evolução de um projeto pedagógico também pode ser percebida pelas mudanças no espaço físico.

Ao longo desses anos, foram inúmeras reformas, que acompanharam os estudos, reflexões e investimentos para a atualização constante do projeto.

Neste site, registramos o dia a dia tão vibrante com o objetivo de partilhá-lo com todos que fizeram e fazem parte desta história – alunos, pais, amigos parceiros de trabalho, de estudo, colaboradores e todos que compõem a Comunidade CEB.

E quem melhor que D. Nazaré para falar do CEB desde o comecinho?

CONHEÇA