A importância de Brincar   

25 de novembro de 2022 | Berçário, Educação Infantil, Fundamental 1, Fundamental 2

Em tempos de agendas cheias, promover um tempo de ócio para que as crianças desenvolvam suas próprias brincadeiras pode ser um grande desafio para famílias e educadores. Mas é um esforço necessário. 

A brincadeira tem um grande valor quando a escola pretende desenvolver intencionalmente habilidades, reflexões, criatividade e aprendizado de conceitos e procedimentos. As crianças aprendem mais quando encontram significado nas propostas educacionais e isso acontece naturalmente quando estão brincando. 

Mas mesmo na escola e, principalmente, em casa, brincar deve estar para além de seu valor pedagógico. Neste texto, tratamos da brincadeira como uma atividade espontânea, natural e necessária; é um comportamento divertido, que a própria criança decide realizar, com suas próprias regras, ritmos e objetivos. São atividades que podem ter a interação com adultos, mas sem a imposição de regras ou metas. Portanto, falar de brincadeira é também falar de ócio e de tempo livre. 

Na brincadeira livre, a criança constrói seu protagonismo, aprimora seu jeito de ver o mundo, expressa seus sentimentos, promove maior senso de autorregulação e o gosto por desafios; tornam-se mais amigáveis e cooperativas. São conquistas que ela carregará para a vida toda.

Você se lembra das brincadeiras de que mais gostava? Consegue identificar o que elas revelaram sobre sua própria identidade, seu jeito de interagir com as pessoas e com o mundo?

Espaço e tempo menos estruturados 

É importante que as crianças tenham momentos menos estruturados ou “engessados” para que sejam estimuladas a ser mais protagonistas, definindo suas regras e ações. Isso acontece, por exemplo, quando elaboram cenários imaginários ou utilizam objetos como representação de personagens. 

As brincadeiras de faz-de-conta são grandes oportunidades para as crianças elaborarem regras sociais e afinarem sua percepção sobre a realidade, ressignificando papéis e identidades. São momentos de grande desenvolvimento da comunicação. Sem intervenção direta dos adultos, a criança tem mais espaço para a criatividade e para aprender a ser autônoma, resolvendo os problemas que surgirem. Brincando livremente, a criança pode aprender a lidar com conflitos ou medos que ela tenha dificuldade de expressar e elaborar. 

  

Brincadeiras digitais 

É um desafio comum entre pais e educadores buscar um equilíbrio entre a quantidade de tempo dedicado por crianças aos dispositivos eletrônicos e às atividades lúdicas mais tradicionais, como aquelas ao ar livre e de faz-de-conta, por exemplo, mas é um esforço que vale a pena. 

Embora existam muitos jogos digitais que buscam promover criatividade e outros aspectos importantes do desenvolvimento, em geral dão pouco espaço para o tempo da criança, seu verdadeiro protagonismo e sua inventividade. 

  

Conclusão 

Temos uma tendência de preencher nosso tempo e o tempo de nossos filhos com atividades “produtivas”, que trazem algum objetivo intencional de desenvolvimento: inglês, atividades físicas ou mesmo lúdicas, como circo, por exemplo. Porém, corremos o risco de não deixarmos espaço para que nossos filhos e alunos encontrem seu próprio ritmo, criem seu próprio jeito de aproveitar seu tempo e de se expressar de sua maneira. 

Utilizar o próprio tempo se aprende sozinho e, para isso, são necessários momentos de ócio, de silêncio que se tem quando não temos nada a fazer. Nesses momentos aprendemos a criar nossas regras, nossos ritmos e nossos objetivos. Esse é um aprendizado que levamos para a vida toda. 

  

Em resumo 

·      Embora o brincar tenha grande valor pedagógico, aqui tratamos sobretudo de um brincar espontâneo. 

·      Na brincadeira livre, a criança desenvolve seu protagonismo, seu jeito de expressar-se e tem conquistas que carregará para toda a vida. 

·      As brincadeiras eletrônicas são um grande desafio para famílias e educadores. 

Receba notícias sobre a CEB. Inscreva-se

Entre em contato pelo WhatsAppÍcone do Whatsapp
Entre em contato pelo WhatsApp
Ícone do Whatsapp